segunda-feira, 5 de maio de 2014

Resenha: Livro#11: Os vizinhos morrem nos romances

Los Vecinos Mueren en las Novelas
Autor: Sergio Aguirre
Editora: Dimensão
Páginas: 123
Ano: 2009 (Edição brasileira)

Eu cada vez pego mais respeito pelos argentinos.

Sinopse: Os vizinhos morrem nos romances e uma narrativa policial digna de Hitchcock e Agatha Christie.Prepare-se:nem o medo fara voce deixar a historia para amanhã!

Bem, pelas pesquisas que eu fiz, percebi que pouca gente conhece Os vizinhos morrem nos romances, e isso é uma tremenda pena. É meio chato perceber como as pessoas supervalorizam os mesmos velhos autores, e se impregnam, sem abrir portas a novos talentos. como Sergio Aguirre. Mas, bem, sejamos sinceros, é meio difícil ouvir falar de certos livros... Eu mesmo, nunca havia ouvido falar do argentino até o momento em que encontrei esse fino livro lá na estante da minha biblioteca. E, bem, agradeço pela oportunidade. Enfim, estou comentando isso apenas pra deixar claro que, a partir de agora, lerei mais livros de nomes desconhecidos.

Porque minha experiência com esse foi demasiadamente agradável.

Bem, já que a sinopse aí acima não dá informação nenhuma, vou abrir um pouco o jogo. Mas só um pouquinho, ok?

O livro tem como protagonista o Sr. Bland, um escritor de romances policiais que está de mudança para uma casa no campo, na Inglaterra, com sua (quase inútil da história) esposa. Trata-se de um local bem isolado, cheio de árvores e com uma precária vizinhança. Após receber uma ligação de seu pai, a Sra. Bland tem de fazer uma viagem às pressas para a cidade, e acaba que deixa o marido lá, largado, como já é meio que de costume no tipo de situação repetitiva que ele vêm presenciando. E, então, nesse momento de "solidão", o Sr. Bland resolve por em pratica o seu costumeiro hábito de ir conhecer os moradores da redondeza, mas... bem... Só há uma moradora.

E é isso. O livro se passa, basicamente, no mesmo cenário, no mesmo cômodo de uma mesma casa. Entediante? Pelo contrário. A causa está no incrível diálogo transcorrido pelos dois personagens principais (e efetivos) na trama. Acho que o fato de ter poucos personagens foi um grande ponto a favor para Os vizinhos morrem nos romances, que é um livro de poucas páginas; isso proporciona um tempo melhor para o aprofundamento de cada um, e, embora o livro acabe sem demasiadas características físicas de ambos, isso passa quase que despercebido. Afinal, o não é uma obra muito estética. Isso é perfeitamente coberto por uma aura psicológica, o que bem diz respeito ao autor, que tem grandes conhecimentos da área.

Sergio Aguirre (like a diva)
Quanto à narração, eu divido opiniões, ainda que não encontre pontos negativos a serem destacados. Digamos que ela não segue uma linha uniforme: uma hora é em terceira pessoa, outra em primeira. Entretanto, Aguirre guia muito bem o discorrer dos fatos, de modo a nos preparar para tal mudança de maneira sutil e bem funcional. Porém, o que mais me agrada é como ele conseguiu adaptar essas mudanças. Sinceramente, se ele fosse bem menos sutil, ainda sim eu perceberia a mudança do narrador. Não só a perspectiva toma uma partida diferente, mas inclusive a maneira das coisas serem narradas, o estilo de "história" que cada um dos personagens conta é extremamente pessoal e especial, de modo que você é levado a um texto fluido e rápido.

E, se tenho uma exigência a fazer a vocês, leitores, é: prestem muita atenção nas frases, em todas elas, mesmo nas menos perceptíveis. Os vizinhos morrem nos romances (mas que título mais genial!) é um livro para pessoas atentas, portanto, não leiam quando estiverem cansados e etc.

Ai, que vontade de tagarelar sobre o final...

Entrementes. É uma ótima leitura. Não espere algo que vá mudar a sua vida, ou um seguidor de Um Estudo em Vermelho, mas, de maneira alguma, menospreze-o. Uma ótima pedida para uma tarde fria, para uma xícara de chá...



Essa é minha deixa, boa noite (escrevi 00:00, entao... enfim, decidam-se!).

# Compartilhar :

4 comentários

avatar

Hey, como amei sua resenha, a melhor que já li até hoje, incrível como sebes falar de um livro tão bem...
Li este livro a muito tempo, mas sempre tenho vontade de retornar a lê-lo, vi ele na biblioteca da minha escola e me interessei pelo titulo, quando terminei de ler, tive vontade de ir até a Argentina e abraçar o Sergio Aguirre, este livro és fascinante, me entristecesse que seja pouco conhecido, mas de qualquer forma, para os que leem e uma aventura incrível e inexplicável, a mente fica completamente imersa na história, sem palavras... desculpe, poderia ficar horas falando de como gostei desse livro... mas, obrigada novamente pela resenha (que já li milhares de vezes).

♥ Beijos da Panda ^^~
Blog: Panda Vaidosa ♥

avatar

Own, muito obriago Panda! Me faz muito feliz <3

avatar

Amei este livroooo...
Me vi viciada em le-lo...
Parabéns ao escritor...👏👏👏👏👏

avatar
Anônimo DeleteReply

Estou lendo este belo livro, pelo tanto que li ja estou amando, depois de muito tempo sem ler um livro esse foi uns dos melhores que li ate hj..peguei na biblioteca da minha escola e perguntei se era legal um professora falou que amou, só pelo fato que li só a primeira linha, ja nao queria parar mais, ate falei pros meus irmaos lerem, pois o livro é muito bom..Um grande abraço de Vitoria.